Pesquisar

Carregando...

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Top 10 os melhores aviões de combate

Apesar de controverso e polêmico, o Top 10 dos aviões de combate envolvem uma série de fatores, desde tecnologia, quantidade em serviço, experiência de combate e preço. Vou abordar nessa postagem somente os aviões de superioridade aérea, de categoria média/pesada, principais dos grandes produtores e usuários. 
Veja também se interessar: Os maiores aviões de combate
***
1° Lugar: Lockheed Martin F-22 Raptor
Sem dúvidas o melhor avião de combate da atualidade é o Lockheed Martin F-22 Raptor, pois com sua tecnologia stealth é muito mais difícil de ser detectado que qualquer outro modelo de aeronave de combate. Por ser uma aeronave furtiva, ele tem como se aproximar de seus adversários antes de ser detectado e lançar seus 6 mísseis AIM-120 AMRAAM cada qual com 180 km de alcance. O desempenho do Raptor é ainda otimizado pelo radar AN/APG-77 com 400 km de alcance máximo.
Porém como nada é perfeito, o Raptor tem alguns problemas devido à utilização da tecnologia stealth, além do altíssimo preço e complexidade operacional, o Raptor aumenta seu RCS (seção transversal de radar) quando abre a baia de armas para disparar seus mísseis, perdendo assim parte de sua furtividade. Para manter sua seção reduzida de assinatura por radar de 0,01m² o Raptor deve permanecer totalmente limpo, isto é, com o trem de pouso recolhido, com a baia fechada e sem tanques ou mísseis externos.
Devido as duas baias internas, o Raptor perde espaço para combustível interno, sendo assim em missão real de combate, o Raptor deve utilizar dois tanques auxiliares externos, como pode ser visto na foto acima e aqui. Mesmo com os dois tanques externos seu alcance ainda é o menor dentre os Top 10 dessa lista. Com os tanques externos de 2270 litros, a assinatura do Raptor cai significativamente perante os novos radares russos Irbis-E e BARS.
É importante dizer também que sua furtividade é relacionada à detecção por radar, pois sua assinatura infra vermelha é igual a de outras aeronaves de combate. Em pós combustão um Raptor pode ser atingido por um míssil russo Vympel R-27ET a 120 km de distância.
Mesmo com a tecnologia do super cruise, que permite o Raptor atingir velocidade supersônica sem o uso de pós combustão, o motor ainda emite calor, hoje mísseis mais avançados de médio e curto alcançe são sensíveis ao ponto de "enxergar" alvos do tamanho de um cigarro aceso. Devido ao alto custo de produção e operação, o Raptor parou de ser produzido em 2009, mesmo com a encomenda ainda incompleta. Hoje os EUA operam 167 F-22, apesar de ainda controversa, a continuidade de sua produção ainda é discutida pelo governo e militares.
***
2° Lugar: Sukhoi Su-35S
O Su-35S é o mais novo avião a entrar em serviço na VVS, seus aviônicos e armamentos são os mesmos do PAK-FA, porém o Su-35S possui a capacidade de transportar até 12 mísseis do tipo "dispare e esqueça" (radar ativo) e a super manobrabilidade, características não comuns a aeronaves stealth. A VVS tem operacional hoje 3 Su-35S de uma encomenda de 48 unidades do primeiro lote. Suas características e desempenho são otimizadas para burlar a tecnologia stealth, tendo em vista que um Raptor limpo e sem o uso de pós combustão é "visto" por seu radar a 90 km de distância e um bombardeiro estratégico B-2 Spirit a 165 km. O Su-35S será o adversário do futuro F-35 Lightning II, porém muito mais barato, armado e manobrável.
 ***
3° Lugar: Sukhoi Su-30
Mesmo não sendo um "caça puro" o Sukhoi Su-35 é um aversário muito perigoso à qualquer outro oponente, pois suas características de caça foram herdadas de seu antecessor o Su-27. Criado como aeronave multifuncional otimizada para ataque o Su-30 tem como objetivo principal a exportação, para substituir tanto os caças como intercepatores e aviões de ataque. Com seu radar Phazotrom N010 Zhuk-27 na versão da VVS ou N011M BARS nos modelos de exportação, o Su-30 tem capacidade de localizar alvos de grande porte até 350 km de distância, monitorar 15 alvos e atacar 8 simultâneamente com seus mísseis Vympel R-27ER ou R-27AE com 170 km de alcance.
Hoje após 15 anos de sua introdução em serviço na VVS o Su-30 já conta com 10 usuários e cerca de 350 unidades em serviço com mais de 200 encomendas devido a seu preço acessível se comparado a outras aeronaves inferiores que descreverei a seguir.
Apesar de não possuir uma velocidade e razão de subida digna de um caça, o Su-30 tem a mesma fuselagem do Su-27UB e com a adição de canards auxiliares o tornam o mais manobrável dentre todos os caças da atualidade. Essa característica lhe proporcionou um desempenho em combate superior a aeronaves puramente caças como os F-15C Eagle e a aeronaves menores otimizadas para superioridade aérea como os Eurofighter Typhoon em missões de combate simulado durante exercícios militares realizados pela Força Aérea Indiana em conjunto com a USAF e a RAF.
***
4° Lugar: Boeing F/A-18E Super Hornet
A aeronave naval multifuncional Boeing F/A-18E derivada do McDonnell Douglas F/A-18 é sem dúvida o avião mais bem armado para combate aéreo dos EUA. Por ser um avião embarcado, seu desempenho é relativamente limitado, assim como sua manobrabilidade, porém a combinação de 10 AIM-120 AMRAAM com quase 500 unidades em serviço e o custo unitário de US$ 55 (milhões) o tornam o mais eficaz avião de combate ocidental.
Diferentemente do Raptor e do F-15 Eagle, sua produção ainda continua sem previsão de encerramento, tanto para a US Navy como para a Royal Australian Air Force. O F/A-18E Super Hornet possui também uma versão para guerra eletrônica nomeada de E/A-18G Growler que também continua em produção. Sem dúvida dentre os "pré eleitos" para o programa FX da FAB, o Super Hornet é a melhor opção pensando em desempenho e poder de fogo para nosso país.
***
5° Lugar: Sukhoi Su-27
A primeira aeronave concebida com o conceito de superioridade aérea na URSS ainda é temível por sua combinação de desempenho, manobrabilidade e armamento. Com 650 unidades servindo 11 países o Su-27 acumula 27 anos de serviço, sendo o mais antigo e de maior quantidade em serviço de todas as aeronaves de superioridade aérea no mundo. Seu projeto se iniciou com a necessidade da Força Aérea Soviética de possuir uma aeronave superior ao F-15A americano, assim o Su-27 recebeu uma capacidade de manobra, radar e armas superior ao adversário. Seu design otimizado para combate é até hoje empregado em novos aviões em produção tanto na Rússia como na China. Hoje devido ao emprego da tecnologia stealth pelos EUA, o Su-27 que ainda continua em produção, tem seu novo e mais letal modelo, o Su-27SM2 que com novos motores, armas, radar e aviônicos o tornam muito próximo do Su-35S e superior em combate a qualquer modelo ocidental de tecnologia não furtiva.
***
6° Lugar: McDonnell Douglas F-15C Eagle
Visto por muitos como o melhor caça do mundo por ser a aeronave de superioridade aérea com o maior número de missões e vitórias em combate, o F-15C apesar de seus 26 anos de serviço ainda é uma excelente aeronave. Quando seu desempenho foi testado junto a alguns Su-27 conseguidos pelos EUA de algumas repúblicas da URSS na década de 90, se mostrou relativamente inferior, daí surgiu a proposta de substituí-los totalmente pelo F-22 Raptor, mas com a complexidade operacional do Raptor e a crise financeira americana, o F-15C ainda será a base da defesa aérea dos EUA por muitos anos. Mesmo com sua produção encerrada, o Departamento de Defesa dos EUA divulgou que pretende ainda manter 178 dos atuais 367 F-15C em serviço para além do ano 2025, pois seu custo operacional é baixo pelo desempenho que ele oferece. Esses aviões serão atualizados com novos aviônicos para se equipararem aos modelos mais novos e avançados.
***
7° Lugar: Eurofighter Typhoon
Em serviço desde 2003, o Eurofighter Typhoon já atinge a quantidade de 224 unidades produzidas, servindo a 6 países. O Typhoon possui uma gama de aparelhagem eletrônica e materiais compostos estruturais que o colocam em posição a altura de seus rivais russos e americanos. Concebido para ser uma aeronave multifuncional o Typhoon transporta todo tipo de arma tática utilizada pelos países da União Européia. Devido a seus possantes motores e seu tamanho e peso reduzidos, o Typhoon é o caça ocidental com maior razão de subida.
Mesmo sendo pequeno, o Typhoon mostra sua grande capacidade de carga na foto acima. Apesar de ainda utilizar como arma principal para combate aéreo o AIM-120 AMRAAM de fabricação norte americana, um novo míssil está sendo desenvolvido pela UE para equipar essas máquinas. O MBDA Meteor terá 20% de alcance a mais que o AIM-120 se aproximando assim mais do alcance dos mísseis russos. O Typhoon receberia uma colocação melhor dentre os Top 10 se não fosse dentre os caças não stealth o mais caro.
***
8° Lugar: Mikoyan Mig-31
De aparência velha e obsoleta, o Mikoyan Mig-31 engana muita gente, pois mesmo não tendo uma boa razão de subida, sua combinação de radar, velocidade e alcance dos mísseis é imcomparável a qualquer aeronave de combate em serviço atualmente. O primitivo radar Zaslon-M de limitada eficácia contra aviões de RCS reduzido ainda é capaz de localizar alvos de grande porte como bombardeiros B-52H e B-1B tanto quanto aeronaves sentinelas (AWACS) E-3 Sentry a 400 km de distância. Seus mísseis R-33 tem um alcance máximo de 228 km foram utilizados com êxito na Guerra da Chechênia.
Mesmo não tendo a manobrabilidade como característica, o Mig-31 é o mais rápido dentre os atuais aviões de combate. Devido a sua idade avançada, hoje os Mig-31 em serviço passam por um upgrade, como parte da modernização a aeronave receberá novos aviônicos e um novo míssil (R-37) que durante testes em 1994 atingiu alvos a 300 km de distância. Apesar da lenta reforma das 177 unidades em serviço ativo, a Rússia ainda mantém um estoque de mais de 100 unidades na reserva. Alguns modelos já modernizados com a dsignação de Mig-31BM podem utilizar mísseis Kh-31P anti radar para supressão de defesas inimigas.
***
9° Lugar: Sukhoi Su-33
O Su-33 é a atual aeronave de superioridade aérea naval da VMF (marinha russa), com somente 24 aeronaves a bordo do porta aviões Almirante Kuznetsov, o Su-33 merece entrar na lista dos Top 10 por utilizar o poderoso míssil Vympel R-27EM, que mesmo sendo de orientação semi-ativa, atinge alvos a 170 km de distância. Sua fuselagem e motorização são os mesmos dos primeiros Su-35 porém otimizados para pouso, decolagem e estocagem dentro de porta aviões.
Como curiosidades, o Su-33 é de todos os caças o que possui maior razão de subida e a única aeronave tática no mundo capaz de operar um míssil nuclear supersônico. A combinação Su-33 + 3M80 Moskit é o pesadelo de qualquer navio de guerra atual.
***
10° Lugar: Dassault Rafale
O Dassault Rafale é o substituto dos famosos Mirage, que serviram não só a França mas dezenas de outros países em várias guerras a partir da década de 60. É indiscutível que a larga experiência em combate dos Mirage foi transformada em tecnologia e aplicada ao Rafale. Porém como todo produto francês tem suas controvérsias, pois dados do fabricante relatam que o radar do Rafale pode rastrear até 40 alvos simultâneos e que sua capacidade de carga é de 9,5 t, maior que a de um F-15C. Certamente tais informações não condizem com a realidade.
Acima vê-se o Rafale em configuração de ataque e superioridade aérea, para longas distâncias, claramente se vê que a carga de aproximadamente 6500 kg é distribuída de forma "espremida" em sua minúscula fuselagem e asas. Nessa configuração, a aeronave se torna subsônica e sua capacidade de manobra cai a zero. O Rafale é um dos concorrentes do programa FX da FAB.
***
Considerações gerais
Omiti dessa lista aeronaves como o Jian J-11 chinês, que é uma cópia do Sukhoi Su-27, o Saab JAS-39 Gripen, o F-16 Fighting Falcon e o Mitsubishi F-2 por terem somente um motor e não se equipararem ao desempenho de nenhum dos Top 10 e por último o Mig-29, que é relegado à execução de funções secundárias.

25 comentários:

  1. Que tal fazer sobre as mais destrutivas armas militares,pra fanaticos como eu seria otimo se obsrva-se todos os detalhes do equipamento,pontos positvos e negativos,esperando atualizaçao,detalhe a algo de errado com esta pagina,mnao conssigo por foto de perfil,por favor concertem.

    ResponderExcluir
  2. IDEIA POR QUE NAO COLOCA UMA FORMA DE DAREM OPNIOES COMVOTOS NOS MELHORES CAÇAS,ELICOPTEROS,NAVIOS DE GUERRA,ARMAS ,ETC,ASSIM GANHARIAM MAIS SENDO UM DOS POUCOS BLOGS INTERATIVOS.ESPERANDOS ATUALIZAÇAO.

    ResponderExcluir
  3. Ambas idéias são muito boas, com o tempo pretendo colocá-las em prática. Infelizmente eu não tenho muito tempo em postar, pois minha vida atual resume-se em trabalho e faculdade, assim o blog é mais um passatempo para o stress diário de se viver em São Paulo. Obrigado pelos comentários amigos. Abraço. Flavio

    ResponderExcluir
  4. Discordo qto ao Raptor 22. Apesar de existirem 180 aeronaves produzidas, ainda apresenta serios problemas e não esta 100 % operacional. Em 10 anos, ainda não entrou em combate.

    ResponderExcluir
  5. Na minha lista top 10 fica: 1º) T50 (Russo), 2º) SU35 (Russo), 3º) Typhoon (UE), 4º) F22 (USA), 5º) SU-27 (Russo), 6º) F18 (USA), 6º) MIG35 (Russo).... e o resto... as pessoas aqui no Brasil, e talvez no mundo, tendem a pensar que os caças estatudinenses são os melhores do mundo, mas na verdade são muito caros e defeituosos, não compensam tantos anos de pesquisa para um produto inviável. Os Russos ao contrário produzem caças melhores e mais baratos em todo o mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O T-50 e o Mig-35 ainda tem um futuro duvidoso, nada pode se afirmar deles, assim como o F-35. Sobre a disputa F-22 vs Su-35S, acredito que se o F-22 enxergar o Sukhoi antes ele terá grande vantagem devida a aquisição menor do radar do R-27 que do AESA Irbis-E do avião. No corpo a corpo realmente o Raptor não tem chances, talvez nem contra um Su-30MK vetorado. O F/A-18 é o melhor custo benefício da atualidade, o Super Hornet seria o ideal para a FAB, já o Typhoon, é sem dúvida o mais avançado deles, mas não acredito que com seus AIM-120 consigam abater aeronaves com o R-27... são 60 km de diferença no alcance dos mísseis.

      Excluir
  6. O futuro da aeronáutica militar se resume a aviões não-tripulados. Fazer lista de melhores caças hoje em dia é perda de tempo, mas pelo menos não apostem que o F22 é o melhor caça, ele está longe de ser. Acabou o tempo de lutas aéreas, agora os céus são só dos robôs e mísseis intercontinentais. Desencanem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os caças e bombardeiros, assim como aviões de apoio aéreo, COIN, ASW, AWACS, TACAMO dentre outras não poderão jamais serem não tripuladas, a não ser que o nível de tecnologia ultrapasse a realidade e entre no mundo da ficção. Os não-tripulados são excelentes para reconhecimento, tanto ótico, fotográfico como eletrônico, assim como para contra-medidas e interferência eletrônica.

      Excluir
  7. Aviões não-tripulados hoje em dia só existem os VANTs, que nem chegam perto de um avião clássico, está longe disso acontecer, pelo menos nos próximos 50 anos. F-22 é o caça mais avançado que existe na face da Terra, tem problemas como todo avião, mas nenhum que não seja contornável, ele é imbatível hoje em dia. O T-50 não estará operacional antes de 10 anos, quem disse isso foram os próprios russos. As imitações chinesas não passam de carcaças com motores russos pirateados.
    Na minha lista estão F-22, F-15, F-18 e F-16 nas primeiras posições, depois todos os russos e na rabeira o Typhoon e Rafale. Agora, tudo depende também do piloto e do seu treinamento de combate. Pena não existir mais o F-14 com seus mísseis de longo alcance AIM-54 Phoenix...

    ResponderExcluir
  8. Sei lá, acho que o F-22 não está assim tão "a frente" de seus adversários ao ponto de se tornar "imbatível"... Usando a lógica, ele tem uma ligeira superioridade sobre um adversário "não furtivo"... porém se estiver voando em 'missão de combate' armado e com tanques externos, se abrir as baias de armas ou entrar dentro da área de rastreamento dos "IR Seekers" ele é tão vulnerável quanto qualquer outro caça.

    O F-15 sem dúvidas é o melhor caça norte-americano em relação à confiabilidade e desempenho, mas sua época como caça de superioridade aérea ficou para trás com a chegada da família Su-27/30/35. Se fosse tão bom, jamais os EUA pagariam o mico com a produção limitada do Raptor.

    O F/A-18E/F é o que existe de melhor e mais avançado nos EUA para um verdadeiro "superioridade aérea", porém o avião ainda é fraco se comparado à família Sukhoi.

    Os F/A-18C/D e F-16 estão bem fora de categoria e de sua época de eficácia.

    O F-14 era cavernoso, bom para a década de 70/80 ! O Irã ainda usa alguns F-14, mas não sei se possuem o Phoenix...

    O Typhoon e o Rafale tb não podem se comprarar jamais aos americanos e russos...

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. O Irã usou efetivamente o F-14 contra o Iraque, armado com mísseis Phoenix velhos, e na época quando ligavam o poderoso radar AWG-9 para engajar o alvo os pilotos iraquianos fugiam desabaladamente, era o rei dos ceus. Decerto que está ultrapassado, mas a Marinha deixou de operá-lo pelo alto custo e complexidade (pois tinha asas variáveis)e não pela obsolescência, sendo o F-18 muito mais "barato" de manter e eventualmente perder em combate. A prova que o F-22 é temido é que as grandes potências correram para copiá-lo, veja que os Russos e Chineses copiaram todas as novidades do Raptor, mas a alta tecnologia inserida não conseguem copiar ou piratear, na verdade alguns dados permanecem secretos até hoje. Os F-15 e F-16 de Israel são máquinas de combate difíveis de serem derrubadas, mesmo antigos. Typhoon e Rafale, apesar de ultra modernos, para mim são erros de projeto, caríssimos, apertados (segundo pilotos russos), manutenção cara e sem características stealth, enfim, aviões de decoração.

    E acabamos esquecendo do Panavia Tornado...

    Abraço

    ResponderExcluir
  10. Tá errado, um dos melhores caças esistentes e o Tucano, capaz de passar por cordilehiras até mesmo pela amazonia pela sua tecnica de desinvolvimento, criada pela FAB no Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei de Tudo, acho que você entrou aqui de gozação, de qualquer maneira, sendo sarcasmo ou não, vou responder para outras pessoas que não sabem;
      O Tucano não é caça, não é jato, é um turbohélice de treinamento. Foi projetado como treinador, mas depois da licitação internacional da Inglaterra, eles fizeram tantas exigências, que agora é outro avião, muito mais capaz, todavia, é usado em interceptação de baixa velocidade, que os países de terceiro mundo, na falta de outros meios, usam como "caça", sem ser, e nem de longe é. Ele tem um nicho específico de área de atuação regional, para interceptar contrabandistas ou traficantes em pequenos avióes à hélice, por exemplo. Ou, para uso na moderna guerra assimétrica, para caçar terroristas, esplodir campos de pouso, enfim, locais sem defesa anti-aérea, quase sem oposição. Percebe-se que ele não é para guerra, é praticamente um avião civil superarmado, mas inferior, típico, como disse, de países terceiro mundistas ou africanos. Mas é um excelente avião na sua categoria.

      Excluir
  11. á uma olhada nesse Growler singrando entre as montanhas em alta velocidade. Isso sim é que é demonstração de poder, uym caça supersônico em baixa velocidade, entre as montanhas, como se fosse um passarinho voando tranquilamente, é supertecnologia! Cumpre destacar que esse avião Growler é para guerra eletrônica, no entanto, os EUA treinam para qualquer situação, vídeo impressionante:

    http://www.youtube.com/watch?v=DAzsWjPP_NY&feature=player_embedded

    ResponderExcluir
  12. Correção, onde se lê "baixa velocidade", leia-se "baixa altitude".

    ResponderExcluir
  13. como pode caças que sequer participaram de uma unica guerra serem considerados bons?
    f-22 é uma merda, teve 13 acidentes aereos, foi derrubado por um aviao de treinamento
    é mais invisivel do que se precisa
    nao tem um papel para ser especifico
    caças merda tampao nao serve pra nada estao nesta lista
    voce nao entende nada de aviação
    até um mig-21 pode ser melhor se der mole....
    vá pesquisar melhor antes de publicar algo...

    ResponderExcluir
  14. A indústria aeroespacial tem avançado muito, tem lindas aeronaves, só não sabemos se são eficientes em um combate, eu em particular sou fã do F.5,não estou dizendo que é o melhor mas tem seu lugar de destaque em guerras.

    ResponderExcluir
  15. Essa lista gera muitas discussões e opiniões contrárias...o debate fica grande.
    Se pegar 1000 pessoas para fazer cada uma sua lista de 10 melhores caças, teriamos 1000 listas diferentes.

    Gostaria de compartilhar o blog sobre miniaturas militares.
    http://www.maquinasdecombate.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adriano Alves, realmente cada um tem sua opinião... mas será que se pegarmos esses 10 aviões de combate e colocarmos eles em combate, o F-22 não leva certa vantagem sobre os demais ? Levando em consideração que o mesmo possui tecnologia Stealth, mísseis AIM-120D e o radar AN/APG-77. Seu blog já está compartilhado aqui. Grato pela visita.

      Excluir
    2. Flavio,

      você tem razão quanto ao F-22...antes da entrada em serviço do T-50 e do caça chinês de 5° geração podemos definir o F-22 como o grande avião de combate da atualidade.
      A lista seria F-22 e mais 9 melhores aviões de combate que ai sim poderiam ser muitos.
      :)

      Obrigado por ter compartilhado meu blog!

      Excluir
  16. vc falou que nao colocou o gripen porque era monomotor, mas o gripen tem mais potencia que as 2 turbinas do f-18 super hornet...o gripen tem mais de 97,8 KN sendo superior ao f-18, alem de ser um aviao bem mais leve, pra ser mais direto tem menos da metade do peso do f-18, com uma maior alcance chegando aos 4.000km contra os 3.700 do f-18, sendo um aviao de alta manobrabilidade...vamos nos informar melhor pra nao colocar pra baixo um bom aviao de caca como o gripen, pena que ele ainda e pouco conhecido e difundido no mundo, os americanos sao bons nisso, em fazer merchandising.

    ResponderExcluir
  17. Como é que o F22 pode ser o melhor do mundo, se não pode voar á chuva?
    Ouçam bem: avião militar não pode voar á chuva, não acreditam: Google!!!
    Como é obvio, o Su35, é o melhor dos melhores! vejam os videos e comparações com o F22, infelizmente não gosto deste post

    ResponderExcluir
  18. Ei!Onde esta o F-35 e o Sukhoi T-50 PAK FA.

    ResponderExcluir